Entre em contato conosco

Estamos sempre a sua disposição para tirar as suas dúvidas e ajudá-lo a planejar suas férias!

Reveillon Let´s Pipa / Bolo com Champanhe

Um réveillon inesquecível para os turistas e uma incógnita para os moradores....

Uma grande festa ! Milhares de pacotes vendidos para Pipa! Mas até que ponto essa festa vale a pena para os que vivem em Pipa?

Aproveito esse espaço para refletir sobre esse reveillon, que no primeiro ano já foi um sucesso, muita gente de fora, um público de mais condições financeiras pagam muito caro por pacotes de festas e hospedagem, muito bem organizado o Lets Pipa por uma empresa de fora. O evento realmente é um sucesso, porém algo bem diferente começou a acontecer no ultimo ano (2019), em relação aos dois primeiros anos.

Acreditamos que a fatia do bolo tem que ser bem dividida o que já não aconteceu esse ano e de forma escancarada os organizadores centralizaram as vendas de passeios e pacotes incluindo inclusive hospedagem para eles, pois bem não vou falar tanto sobre as hospedagens e restaurantes que não é nossa área, mas sabemos sobre relato de empresários de Pipa que o evento já não contribui tanto para o movimento dos tais esbalecimentos, na nossa área de passeios e experiências posso relatar que em 2018 vendemos somente do Barco All Inclusive aproximadamente 60 lugares e que nesse último ano foi ZERO! isso mesmo nenhum pacote de passeio para os que vieram passar uma semana em Pipa, será que isso está certo? o que se propunha ser uma festa sustentável que iria dar um retorno significativo para os comerciantes locais se trasformou em apenas uma festa privada?! pois bem, isso que está acontecendo, alguns dos visitantes nem na rua principal de Pipa passam, pois os shows não são em Pipa, são em Tibau do Sul a 8km de Pipa, então que relação a organização desse evento que usa o nome PIPA quer com a cidade? apenas na nossa opinião usar o nome.

Alguns dirão, mais tem muita gente que ganha dinheiro!!! sim, mas não de forma correta em relação ao que se deixa na cidade, essa fatia é muito desproporcional e pelo que tudo indica será a cada ano pior. É inadimissível que a administração da festa monte por exemplo nas poucas horas que tem para passear os visitantes, o seu própio passeio, por exemplo as festas privadas em barcos alugados que no máximo ganhará algum dinheiro o dono do barco que alugou, a cadeia produtiva do turismo não deve funcionar dessa forma, esperamos que autoridades de Pipa e os empresários pressionem a administração do evento que reveja esses valores e que descentralize para o ano de 2020/21.

Agora se você é um possível frequentador desse reveillon, por favor não deixe de vir, mas não escolha os pacotes de passeios vendidos pela organização, seja conciente e contribua com nós empresários que vivemos apenas disso e passamos o ano todo aqui e não apenas uma semana comendo BOLO COM CHAMPANHE.

Djalma Barreto Neto